BRASPEN Journal
https://braspenjournal.org/article/doi/10.37111/braspenj.2022.37.3.09
BRASPEN Journal
Artigo Original

Conformidade da assistência de nutrição em oncologia às diretrizes da campanha “Diga Não à Desnutrição” da BRASPEN

Compliance of nutrition assistance in oncology with the guidelines of the BRASPEN “Say No to Malnutrition” campaign

Thaísa Pereira Maia Andrade, Thais Fernanda Gomes Pereira da Silva, Mariele Aparecida Marcatto, Thais de Campos Cardenas, Vera Silvia Frangella

Downloads: 6
Views: 1081

Resumo

Introdução: O serviço nutricional hospitalar é fundamental na assistência à saúde dos pacientes, sendo determinante o papel do nutricionista para as adequações dietéticas, avaliação do estado nutricional, acompanhamento do consumo alimentar e evolução clínica e nutricional dos pacientes. Contudo, a desnutrição intra-hospitalar ainda é muito ocorrente, tornando os pacientes mais suscetíveis a complicações, aumentando o tempo de internação e, consequentemente, os custos hospitalares. Buscando-se a excelência no atendimento e segurança ao paciente, surgiram programas de acreditação hospitalar, que preconizam auditoria de serviços e processos. Esses programas, associados a ações que visam à assistência nutricional segura a pacientes, como a campanha “Diga não à Desnutrição” da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (BRASPEN), são excelentes caminhos para melhoria na qualidade do atendimento. Assim, este estudo busca elaborar um checklist de auditoria para identificação do nível de adesão aos requisitos preconizados por essa campanha, bem como testá-lo em um hospital oncológico. Esse instrumento abrange os 11 passos descritos na campanha, bem como avaliação da adequação a cada passo. Método: O teste considerou dados coletados pelos pesquisadores, consulta a prontuários de pacientes entre 15 e 91 anos, acompanhamento da rotina de nutricionistas, reuniões com os profissionais da nutrição, fisioterapia e psicologia; além de consulta a protocolos e procedimentos da instituição. Resultados e Conclusão: A aplicação do checklist indicou que a maioria dos passos da campanha foi seguida pelo hospital, integralmente ou parcialmente, e que o checklist proposto pode ser uma ferramenta valiosa em processos de auditorias e acreditação hospitalar, auxiliando a tomada de decisões e melhorando o atendimento ao paciente.

Palavras-chave

Qualidade da Assistência à Saúde. Administração dos Cuidados ao Paciente. Desnutrição.

Abstract

Introduction: The nutritional service offered in hospitals is fundamental to maintain patients’ health, and the nutritionist role is crucial to indicate dietary modifications, assessment of nutritional status, monitoring of food consumption and clinical and nutritional evolution of patients. However, hospitals still present high malnutrition rates, making hospitalized patients more susceptible to complications, increasing hospital length of stay, as well as the costs of the treatment. Programs of hospital accreditations emerged to support excellence in patient care and safety, supporting the audit of services and processes. These programs, associated with activities that aim safe nutritional support to patients, like the campaign “Say no to Malnutrition”, developed by the Brazilian Society of Parental and Enteral Nutrition (BRASPEN), are excellent ways to increase the quality of patient assistance. Therefore, this study aims to elaborate an audit checklist to identify the level of adherence to the requirements advocated by the Campaign “Say no to Malnutrition”, as well as testing it on an oncology hospital. The checklist was built considering the 11 steps of the BRASPEN campaign, with a percentage of suitability for each step. Methods: The checklist functionality test considered the data collected by researchers, including patients records, the routine of nutritionists visits, nutrition/physiotherapy/psychology team meetings and assess to hospital protocols and procedures. The analyzed data included patients between 15 and 91 years old. Results and Conclusions: The checklist indicated that most of the steps of the “Say No to Malnutrition” campaign were fully or partially followed by the hospital. The checklist successfully indicated the steps that need to be improved and is considered a valuable tool in the hospital audit and accreditation process. Moreover, the checklist can be applied in internal follow-ups, supporting the decision making and improving patient care.

Keywords

Quality of Health Care. Patient Care Management. Malnutrition. Hospital Malnutrition.
63d015f1a953955072348855 braspen Articles
Links & Downloads

BRASPEN Journal

Share this page
Page Sections