BRASPEN Journal
https://braspenjournal.org/article/63e15e99a9539544fb548b44
BRASPEN Journal
Artigo Original

Comparação entre necessidade, prescrição e infusão de dietas enterais em um hospital público de Belém-PA.  

Comparison among need, prescription and infusion of enteral diets at a public hospital in Belém-PA

Ana Cândida de Souza Barroso, Allison dos Santos Cavalcante, Simone do Socorro Fernandes Marques, Ana Lúcia Silva Araújo Sató

Downloads: 6
Views: 681

Resumo

Introdução: A terapia nutricional enteral (TNE) é um suporte nutricional para os pacientes que se encontram gravemente enfermos ou quando são incapazes de realizar suporte via oral por algum motivo. Sabe-se que, em virtude do tratamento médico, da doença e de outros fatores, os pacientes gravemente enfermos geralmente apresentam um consumo alimentar abaixo de suas necessidades. Método: Os dados sobre volume, caloria e proteína prescritos, infundidos e suas respectivas necessidades foram coletados nos prontuários de uma amostra de 30 pacientes admitidos na unidade de terapia intensiva de um hospital público de referência em Belém - PA, do 1º ao 14° dia de TNE. Resultados: A população foi composta de 19 homens e 11 mulheres, sendo a faixa etária entre 30 a 84 anos, não havendo diferença significativa de idade entre os sexos. A média de peso para os sexos masculino e feminino foi de 68,75±14,8 kg e 56,55±9,06 kg, respectivamente. A diferença entre o volume prescrito versus o infundido foi estatisticamente significante na primeira e na segunda semana. A diferença entre análise de infusão e necessidade de calorias e proteínas também foi significativa (p ≤ 0,0001). Somente 43,33% pacientes conseguiram atingir ≥80% da meta calórica e 33,33%, da meta proteica. O maior motivo para a não administração ou interrupção de dietas enterais foi classificado como “sem registro”, em 22% do total. Conclusão: Existem fatores que dificultam o alcance das metas calóricas e proteicas do paciente, entretanto, fica evidente a necessidade de desenvolvimento de melhores protocolos nutricionais para o melhor desempenho das metas estabelecidas pela equipe multiprofissional e, assim, recuperação do paciente.

Palavras-chave

Nutrição Enteral. Unidades de Terapia Intensiva. Desnutrição Energético-Proteica. Ingestão Calórica. Cuidados Intensivos.

Abstract

Introduction: Enteral nutritional therapy (NER) is a nutritional support for patients who are severely ill or unable to perform oral feeding for some reason. It is known that due to medical treatment, disease and other factors, severely ill patients usually present a food intake below their needs. Methods: The data on volume, calorie and protein prescribed, infused and their respective needs were collected through the medical records of a sample of 30 patients admitted to the intensive care unit of a public referral hospital in Belém - PA, from the 1st to the 14th day of TNE. Results: The population was composed of 19 men and 11 women, the age group being between 30 and 84 years, with no significant difference of age between the gender. The mean weight for the male and female gender was 68.75±14.8 kg and 56.55±9.06 kg, respectively. The difference between the prescribed versus infused volume was statistically significant in the first and second week. The difference between infusion analysis and calorie and protein requirement was also significant (p ≤0.0001). Only 43.33% patients were able to reach ≥80% of the caloric target and 33.33% of the protein target. The major reason for non-administration or interruption of enteral diets was classified as “no record” with 22% of the total. Conclusion: There are factors that make it difficult to reach the patient’s caloric and protein goals. However, it is necessary to develop better nutritional protocols to better achieve the goals established by the multiprofessional team and thus, patient recovery

Keywords

Enteral Nutrition. Intensive Care Units. Protein-Energy Malnutrition. Energy Intake. Critical Care.
63e15e99a9539544fb548b44 braspen Articles
Links & Downloads

BRASPEN Journal

Share this page
Page Sections